10 fevereiro 2010

Choro no meu silêncio...

CHORO NO MEU SILÊNCIO...

Todos os dias, pergunto-me onde estás,
Porque a saudade é muita, é demais !
Procuro ocupar-me um pouco mais,
E assim deixar este vazio para trás.

Sem ti, pouca coisa faz algum sentido,
As horas do meu dia respiram mau estar,
Dor mortal de saber que não vais voltar,
Como uma faca num coração sofrido.

Choro hoje no meu silêncio, por ti,
Em lágrimas, manifesto o meu amor
Demonstrando o que nunca te pude dizer.

O grande pesadelo de viver aqui,
Vai sempre crescendo com este meu temor,
De sem ti, não conseguir mais viver.

Sem comentários: