06 dezembro 2007

Um mundo, Uma Vida

A maioria das pessoas que me conhece sabe do meu desejo de intervir activamente pelos Direitos Humanos.

Mas enquanto a oportunidade mais realista não é encontrada, o mínimo que se pode fazer é utilizar as novas tecnologias como portas que nos abram essas oportunidades.

Por isso, faço o convite! Avanço o desafio!

Cada um de nós, seres humanos conscientes, tem notado que, por todo o globo, existe um sempre crescente de atrocidades contra a espécie humana. Mas, quantos de nós paramos para pensar sobre elas e mostrar a nossa indignação e asco?

É essa a razão desta causa: criar uma rede activa que leve o seu desagrado aos seus leitores.

No dia 10 de Dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos, eu gostaria de nos ter a todos trabalhando em conjunto, como um mundo, uma vida, de modo a que todos os nossos leitores possam ter em mente de que somos, de facto, um mundo e uma vida.

Para os que possuem blog e desejem participar, é simples: Não há limites para as vossas imaginações (até porque a unidade deveria vir da diversidade)!.

  • Podem escolher uma situação particular ou geral;
  • Escrever sobre a economia e os direitos humanos, a perspectiva religiosa e os direitos humanos, a psicologia dos direitos humanos, filmes sobre direitos humanos, poemas, vídeos de música, pinturas;
  • A vossa imaginação é o limite!

Os que não tem blogs, mas desejam participar, não se esqueçam que toda a tecnologia é um meio e não um fim, em si mesmo.

O objectivo é fazer com que todos os que se conectem connosco entendam que, enquanto um único humano for privado de seus direitos, iremos todos continuar a trabalhar juntos, porque estamos interligados como um mundo, uma vida .

O nosso principal objectivo é lembrar que somos um mundo, uma vida.

Se quer participar desta iniciativa:

Os selos da campanha, desenvolvidos pelo amigo Lino Resende, seguirão em breve.

Obrigado a todos!

Esta é a minha participação no desafio do Fênix ad eternum que referi no post anterior.

Sem comentários: