22 agosto 2006

Governos

Odeio o governo. Isso é normal. Mas isso é também triste, se pensarmos nisso.
As pessoas, na sua esmagadora generalidade, odeiam o governo. E quem não odeia o governo, geralmente, tem qualquer coisa a ganhar com ele. Não acham isso triste? Estamos constamente a ser governados por pessoas a quem não confiavamos para nos passearem o cão.

...o nosso mundo ainda vai piorar antes de melhorar. Os nossos governos... seja o de Moçambique ou dos Estados Unidos, são compostos por homens e mulheres de negócios, com interesses e investimentos a proteger.

Os governos não governam países, gerem negócios. Nos países que chamamos de "terceiro mundo", os governos não têm pudor de esconder esses negócios: vendem armas, traficam drogas, comandam guerras para obter lucro: ouro, diamantes, petróleo. É tudo aberto e às claras e nós "do outro lado", condenamos.

Os nossos governos fazem exactamente o mesmo, mas são bem mais discretos... afinal, já o fazem há bastante mais tempo. Cada um à sua escala, os governos de todo o mundo gerem alegremente os negócios dos homens e das mulheres que os compõem, enquanto as pessoas pensam que eles estão a governar o país.

É por isso que, sem preconceito, eu odeio, total e profundamente, todos os governos do planeta Terra.

Apanhado do Blog do Ódio

Sem comentários: