15 junho 2006

Consultório sentimental

Sabe quando você tem como mulher aquela pessoa especial?

Eu tenho uma mulher assim.

Infelizmente ou felizmente, eu tenho duas!

E o problema está aí.

Não consigo ficar sem as duas!

Porque uma supre todo aquele lado esposa exemplar, mãe dos meus filhos, excelente dona do lar, me trata muito bem.

Só que na hora da cama, fico às vezes quinze dias "na mão". Isso porque se não fizermos amor no fim de semana, só no outro sábado para que eu possa tentar alguma coisa. Via de regra é assim que acontece. Como a minha fome é muita... vivo me demorando no banheiro.

É justamente nesse ponto que entrou a minha amante (uma ex-namorada que é casada com outro).

Ela me ligava várias vezes, insistia mesmo. Por algum tempo eu consegui me controlar, mas chegou em um ponto que não deu mais.

Essa minha amante preenche a minha necessidade sexual, porém fico dividido, pois o que eu queria mesmo era que minha própria esposa correspondesse a isso. Já conversamos sobre isso, as coisas melhoram, mas não tanto. Me sinto culpado por estar mentindo, mas, ao mesmo tempo, não consigo renunciar ao prazer que minha amante me proporciona.

Resposta para os paspalhos que estão na mesma situação Aqui!

Sem comentários: