24 abril 2006

Poligamia

Considera-se poligâmico o indivíduo que, em condições normais de temperatura e pressão, se envolve com duas ou mais pessoas ao mesmo tempo, sendo tal comportamento natural e constante, ou até quase inevitável, ao longo de toda a sua vida.
Não importando o estado civil ou o nível de comprometimento com o(a) parceiro(a), ou até se há ou não alguém fixo como parceiro(a), o poligâmico consegue manter variados interesses simultaneamente sem prejudicar nenhuma das partes envolvidas.
Ao contrário do indivíduo monogâmico, o poligâmico não troca uma pessoa por outra; ele administra duas ou mais ao mesmo tempo, por ser capaz de se afeiçoar a várias delas sem prejuízo de uma em relação à outra.

Sem comentários: