04 fevereiro 2010

APETITE INSACIÁVEL...

APETITE INSACIÁVEL...


Tenho uma forma própria de amar
Um jeito só meu
Doce, sensual, envolvente
O meu amor é manso, mas pode se tornar voraz
Dependendo de cada momento
Ele modifica...
E num apetite insaciável
Vou tornando-te, minha presa...
Vem, saboreia com apetite
Sinta como estou agora, para ti
Penetre o meu ser...
Descubra meus encantos
E tudo que posso fazer...
Aproveita cada momento
Sinta esse gostoso movimento
De corpos que se amam, desvairadamente
Contorcendo-se de todas as maneiras
E sentindo o êxtase chegar, lentamente...
Agora percebes, meu amor?
O quanto tu estavas perdendo, antes?
Sente o perfume que exala do meu corpo
Nesse momento...
O odor, do amor...
E agora, não penses
Só sente...
Aproveita, dessa menina...
Uma molequinha, que sou eu
Para fazer-te feliz, em minha cama
De todas as maneiras que pensares
E um Universo de coisas para aproveitares...
Agora, mais um vez, vem...
Vem me amar...

Sem comentários: