11 julho 2008

Um puto, senhor do harém...

Sou exactamente como imaginaste: Divertido, alegre... Daqueles que tem muitos amigos... Está sempre na risada, copos, malta e tal... Goza com todos e ri-se de tudo... À primeira... vez-me com um puto, sem chances... Até assumo, sou uma eterna criança em atitudes... Mas por favor, não me meças aos palmos porque não é verdade... não tires conclusão do que vês, porque não é o que parece...

Confesso sim... que gosto daquelas menininhas... que para vestirem levam horas ao espelho, embelezam-se todas para eu despi-las em segundos... porque é o que elas querem... serem despidas em fracção de segundos... e uma queca mágica... Mas é como sempre digo: sou duma geração, que já fazíamos minetes com 15 anos, joguinhos de preliminares e quecas de quatro horas... das 18h ás 22h, lá na garagem do Osmar...

Não penses, tu, que os cotas são os únicos, menos egoístas... Que dão prazeres redobrados e atenção cuidadosa porque querem agradar a triplicar... Enganas-te... Eu... Está certo... confesso... não sou o único, mas também não conheço outros senão os meus amigos, que também são uns guros do sexo porque re-escrevemos o Kamasutra desde a nossa infância... Hoje... como o senhor do harém... se tenho um harém? Mas é claro que tenho, lá no meu harém eu amo a todas... eu sou de todas... não descrimino ninguém... não há tabus nem preconceitos... lá fodemos e fornicamos... não sou masoquista... se cansares, descansas até recuperares o fôlego... Eu quando canso de foder... faco amor... Mas acredita, gosto muito de foder... sou um insaciável...

Não penses que sou um infiel... não... Eu sou o senhor do harém... Mas continua a olhar-me como um puto... Porque também sou... Um puto, senhor do harém...

3 comentários:

Diva disse...

Eterno menino... isso da certo lá pelas "terras do nunca". Mas meninos-homens que transbordam charme e sorrisos, misturados a certeza que comem todas e muito bem faz-nos sorrir e ter a certeza que “boys are always be boys”.

Bem lá no fundo o que seria de nós sem gajos desse tipo??? Concerteza as cores não teriam tanta alegria e nem as brigas tanta energia.

Hehehe... ri-me com a foto. Bem escolhida. Combina com os sonhos da “vossa” geraçã e com o retrato daquilo que dizes ser. Malandro ousado até a alma.Foi inevitável seguir o brilho do post e comentar tanta malandragem.

Tá... assumo... que depois de ler, comecei a acreditar que “putos’ até que têm lá o seu charme rsrs
;P
Bjs meus

A]\/[®r@_D®c& disse...

Hum....
Sem comentarios....
Os meus ja sabes quais sao

hehehe..........
homem do harem....
damn!!!

Anónimo disse...

Homem??? Ele disse que é o menino (puto?)... do Harém... Sem comentários este clandestino ganha-nos... Eu sou uma delas...