02 julho 2008

Imaginem: A terra onde todas as mulheres são putas!


Não meu amigo, não estou a falar do paraíso. Nem mesmo de um filme do Casino por volta de 1978.

Na terra onde todas as mulheres são putas:

1. não precisas de perguntar a ninguém na rua onde é;
2. qualquer porta serve desde que haja uma mulher dentro dessa casa;
3. atenção às casas; o preço das putas é tabelado segundo o IMI(antiga contribuição autárquica);
4. uma foda de uma hora num T5 com menos de um ano é praticamente o mesmo que numa vivenda, mas na vivenda há o agravamento da possibilidade da puta ser emigrante viver na casa que o pai construiu depois de voltar de uma comissão de 30 anos como taxista no estrangeiro;
5. nos T-zero é rapidinha a despachar, mas com preço muito em conta;
6. não te esqueças dos óculos, não vás entrar num Lar;
7. para teu conforto, nas duas estradas de acesso à terra, existe uma cabine com terminal de pagamento automático onde poderás fazer pré-pagamento e aderir a um dos nossos pacotes promocionais (Avenida, Rua, Praceta, Beco...);
8. existe um nº limite de 200 visitantes por hora na nossa terra;
9. existem dois sistemas de auditoria e inspecção a decorrer todos os dias da semana, um para as putas (higiene) e outro para as cobranças com um esquadrão de três chulos perturbados que derrtem os teus cornos à porrada se não pagares.
10. as senhoras têm o direito de declinar a queca sempre que entenderem (os maridos trabalham foram mas voltam).

É uma terra fodida, mas existe o inconveniente de ser verão todo ano!

1 comentário:

Anónimo disse...

Poxa man...tens de me levar la, nao me interessa k torre k nem 1 carvao duante toda a vida...se as gajas estiverem la...eu tambem tou.
Keep Going.
Abraço.
Pajo