20 novembro 2007

TVM


Ontem, estava eu quieto, depois de ter posto a dormir uma das minhas lindas e preciosas meninas, a ver o telejornal da tuga, para acompanhar as noticias da selecção das esquinas e quando oiço na televisão RTP Internacional e acredito que na RTP África, também deram a notícia da morte de Nympine Chissano e descreveram a sua pessoa (que a sua alma descanse em paz) como sendo um dos co-arguidos do caso Carlos Cardoso e mandante do assassinato do mesmo Carlos Cardoso. Referiram ainda, que era filho do ex presidente da Republica de Moçambique e respondia um processo autónomo, e bla, bla, bla (Percebi perfeitamente que identificaram que era filho do ex chefe de estado, de Moçambique, mas que o mesmo era acusado de ter mandado matar alguém e etc...).

Para o meu espanto, como levanto-me sempre cedo, porque sou um assalariado, vejo todos dias o "Bom Dia Moçambique", a partir das seis horas, na TVM, não porque vou aprender algo mas para saber onde ardeu enquanto dormia; porque de notícia a nossa pobre televisão, que no meu ver deveria continuar como TVE (Televisão Experimental); porque desde as catanas que os apresentadores e/ou locutores mandam ás falhas técnicas diárias de programação aquela televisão ainda é experimental... sem falar que 90% das notícias são sobre o governo e seus feitos...
Portanto, voltando ao assunto, o meu espanto foi ver noticiarem a morte do Nympine como um herói nacional e não como filho do ex chefe de estado: "Morreu N... vitima de...; N... Nasceu em... fruto do amor... o nome provem de guerra e bla, bla, bla..." epa, não estou a dizer que a televisão do governo não deveria anunciar a morte, né? Mas estou a dizer que deveria ser uma notícia uncadinho mais discreta, do género: faleceu o filho do ex presidente, vitima... (ponto final) e não como se estivessem a anunciar a morte dum antigo combatente e/ou ministro com todo seu historial; porque verdade seja dita: o povo moçambicano e muitos outros ainda
crêem, até prova contraria, que ele era o mandante da morte do jornalista Carlos Cardoso...

Nota positiva: Na sua edição extra d'ontem o OBSERVADOR publicou uma página com a notícia; como notícia de verdade e não como disparate que a TVM fez.


Mais não digo,

Sem comentários: