12 junho 2007

EX - namorado(a)

Tenho, com algumas ex namoradas, uma relação muito distante, afastada, ou seja, bastante reservada. Claro, tudo isto porque a relação não acabou amigavelmente mas também não acabou com muita turbulência, apenas terminou o encanto e com o triste final houve o dito afastamento. Quando nos cruzamos é sempre aquele tímido "Olá", como se nunca antes nos tivéssemos visto, nem que um e outro já estivesse com a cabeça entre as pernas do outro, estranho!

Mas para dizer o seguinte: nem todas Ex morreram neste desencanto, como se nunca antes nos tivéssemos cruzado e, graças a Deus, ainda existem algumas que conversamos e temos uma relação em aberto e só não aconteceu e não acontece, exactamente porque uma das partes (Eu, neste caso) não cedeu, percebem? Claro que me percebem.

Portanto, há também aquelas relações que podem ter acabado mal e tu saberes que: - yá, ali fiz muita merda e o melhor é ficar no meu canto até ela me dirigir a palavra. Mas no entanto, a gaja já tem uma damo, e tu sabes... Mas quando sentes uma liberdade para começares a mandar 1001 mensagens, daquelas de muita lata e papo e tal sem a gaja responder... Sentes que: - epa, então a gaja não responde mas já faz uma ideia que seja eu, o tal... Sentes que a gaja está gramar à brava.

Claro, se a gaja não quisesse receber as tuas mensagens, respondia-te, na primeira e, sem rodeios: "Sorry, não tenho este número nos meus contactos, podes dizer quem és?" E depois de saber quem é, se não quiser, de facto, nenhum contacto contigo, responde: "Epa, és escusado de me mandar estas mensagens, por favor(ponto final)" Mas tudo muito rápido e sem deixar alongar o papo. Mas se a gaja fica na ansiedade (neste caso: a gaja é cabra, porque ficou na ansiedade) de saber quem é, e liga-te. Ao ouvir a tua voz pergunta, toda abobalhada: és tu quem está a mandar-me estas mensagens? (Mas fodass, aja paciência... mas é claro que sou eu, se estou atender o telemóvel? És parva ou fazes-te? Não, ela não é parva, apenas está besta de saber que estou bem e que tenho imensas saudades dela, acontece!)

Portanto meus caros, quando um gajo manda insistentemente mensagens para uma EX, parte do principio que a gaja ainda não esqueceu os bons e velhos tempos e mais: para um gajo ter a iniciativa de mandar uma sms para uma ex, que por sinal já é comprometida, é porque a gaja deu permissão para tal.

É como aquela celebre frase: Andar com um(a) ex, não é traição... é Upgrade!

1 comentário:

Doce de Chocolate disse...

hahahahaha... curti este post!
bjokas p ti