05 setembro 2006

Gajas boas na cama...

Há muita gaja boa na cama, hoje em dia. A maior parte das gajas, hoje, são mais à-vontade e não se intimidam no primeiro encontro nem durante uma situação de queca.


As gajas já sabem de antemão, quando estão num clima propício da queca, se vai entregar ou não... Até pode não acontecer no primeiro encontro mas se for para entregar a pachacha, a gaja vai dá...! Particularmente, aprecio muito a objectividade, gajas com querer, vontade e desejo, que saibam o conceito de reciprocidade, que tenham a mesma tusa que eu, naquele momento. Sem ter que estar a engonhar, convencer a quecar e etc...


De facto, a mulher que tem iniciativa, sabe seduzir, mostra o seu desejo sem ter que esperar o gajo procurar-lhe é uma gaja criativa. Será sempre feliz e nunca o homem vai procurar fora... são as chamadas gajas boas na cama.


A gaja está sempre disponível. Surgiu uma oportunidade para quecar? Quecam!!! Sem Pudor, preconceito, tabu! Mulher tem, mais é, que ser puta na cama. Virar-se, mudar de posição, masturbar-se na frente do seu homem, beijar feito louca, chupar, lamber... Devorar!!! Sim, desta maneira, homem algum cansa-se da gaja e nem procura uma puta fora porque já tem uma.


A gaja boa de cama deixa-se dominar. A gaja torna-se súbita. Ela dá de quatro, dá por baixo, dá de lado. Ela dá em pé, de frente ou por trás. Deita-se sobre o capo do carro. Deixa-se possuir. Mas também sabe o momento de se tornar dominadora. Senta em cima do gajo e domina a situação.... Detém o controle dos movimentos e se faz penetrar sem tocar seu macho. Põe a pachacha na cara do gajo e faz ele chupar e lamber... Mostra o que quer e do que gosta.


Mais importante de tudo numa gaja boa de cama, é nunca deixar que problemas abalem o sexo. Discutiu? Resolve. Greve de sexo não existe.
A mulher boa de cama não passa sem sexo. Um dia sem queca é demais.
Outra coisa, toda mulher boa de cama acalma seu macho com um belo de um broche. Nada nesse mundo é mais relaxante.

Sem comentários: