18 maio 2006

Anedota

Eu admito que sempre tive uma tusa pela minha vizinha e vivia pensando num jeito pra trepa-la. Um dia, na conversa com o marido dela, ele disse:
- Estou a preceisar pintar o meu apartamento, mas trabalho o dia inteiro e chego cansado. Tentei contratar um pintor, mas está muito caro.
Aí eu tive a idéia:
- Não seja por isso. Eu estou de férias e pintar paredes é o meu hobby. Posso fazer o serviço para você, com prazer.
O vizinho, que não tinha outra alternativa, aceitou feliz o oferecimento. Bom papo que sou, mal comecei a pintar o apartamento e logo consegui levar a mulher pra cama. Só que não contava que o marido ia esquecer os documentos em casa e voltar para pegá-los.
A mulher, quando ouviu o marido abrir a porta da sala, correu para o banheiro.
Quando o marido chegou ao quarto encontrou-me "nú em piloto", em cima da escada, dando umas pinceladas na parede. Aos berros, ele perguntou:
- O que se passa? Começou pelo quarto?
Eu respondi:
- Ora, eu estou pintando de graça, começo por onde quiser.
- Mas nu?
- E você queria que eu manchasse a minha roupa de tinta?!!
- Mas de pau duro?
- E você queria que eu pendurasse o balde onde?

Sem comentários: