10 abril 2006

Universal

A presença do sorriso é universal entre os humanos. Aparece no recém-nascido como um padrão já completo, prontamente reconhecido, não obstante a diversidade das culturas.

Irenaus Eibl-Eibesfeldt, fundador da etologia humana, estudou as expressões faciais de mais de 200 culturas, dos índios xavantes aos esquimós, e descobriu que o sorriso surge sempre da mesma forma: como uma expressão facial de fundo emocional, com claras funções sociais.

Sem comentários: