12 abril 2006

Ser infantil


Ser infantil não é dar uma guinada no volante quando leva uma gaja a passear
Ser infantil não é apalpar uma gaja no carro
Ser infantil não é fazer um repuxo na boca quando está no banho
Ser infantil não é falar com crianças
Ser infantil não é brincar com a comida a fazer "aviãozinho" para o Dílan, filho do Compta, comer
Ser infantil não é gritar no meio de um shopping "Tu estás maluca? Já te disse que não quero" e deixar a namorada em estado de choque
Ser infantil não é pregar um susto daqueles de morte a avozinha de 79 anos
Ser infantil é fingir que os seios de uma gaja são uma corneta, onde podemos fazer o "piiiiiiiiiiiiiipip" sempre que nos apetecer!!!

Amo mamas, seios, peitos, tetas ou seja lá o nome que preferirem dar... e, sinceramente eu sou infantil quando tenho umas "tetas" à frente.

Sem comentários: