06 abril 2006

Perdoar é divino

Ninguém vai para a frente se não abrir mão do orgulho. Aprendam com este exemplo:

Ao aproximar-se do balcão da recepção de um hotel, um homem, ao virar-se, esbarra o cotovelo no seio de uma linda mulher. Meio sem graça, meio envergonhado, ele diz:

"Mil desculpas. Se o seu coração for tão macio como o seu seio é, tenho a certeza de que me perdoará."

Responde a mulher:

"E se o seu pirilau for tão duro como o seu cotovelo, o meu quarto é o 1221."

Isto sim, é saber perdoar!

Sem comentários: