18 agosto 2008

Virtualidades

Meus quidos, pensando no último orgasmo que tive online resolvi postar algo sobre o assunto (não. Nada disso, não vou contar como foi).

Percebo que até na net a famosa química tem de estar presente ou então naturalmente ao fim de dois ou três papos uma gaja é obrigada a bloquear quem quer que seja do MSN.
Gosto de papos que logo a primeira não se percam no habitual: ” Donde Tc? Tem foto? Qtos anos tem???...” Poxa… ser gostoso não tem idade e nem foto!!! Se quiséssemos físico pegávamos no carro e íamos a queca mais próxima. Bom mesmo é sentir que com palavras a gente põe um gajo de pau duro e ficamos com a calcinha molhada sem muito esforço. Que gozamos pra valer lendo cada obsenidade partilhada em forma de vontade e pra isso nem que nao cheguemos ao orgasmo durante o papo ele chega depois, no banho, na cama ou onde a gente se lembrar que a curte foi nice.

É porreiro não saber quem tá do outro lado, arriscar e imaginar. Axo complicado e nada interessante tar por ai a distribuir fotos da minha cara e da bunda a qualquer cabrão (cabra) que me de tusa pela net. Já imaginaram ao domingo indo tomar um café e dar de cara com o tipo na mesa ao lado??? agrrrrrrrrrrrrr….

Não me acho anormal por curtir cenas assim de vez em quando, sexo e mastrubação sempre me fizeram muito bem a pele, melhor que qualquer creme… Saber que temos criatividade e imaginação suficiente para prender alguém do outro lado do pc também excita maningue. Chupar um gajo e deixa-lo louco qualquer gaja que se preze consegue, mas fazer isso apenas enquanto tecla?!? Hummm… isso exige PODER e provoca tesão do caraças.

Claro, que depois disso, se o fogo continuar sempre se pode passar as apresentações de praxe e irmos avaliar a química num motel mais próximo…

Sem comentários: