02 julho 2007

Todo homem é uma criança....

Nenhum amor é rápido demais para um homem. Homem tem paciência para morrer, viver nunca, pelo menos não conheço a excepção. Quando nós homens começamos a "engonhar" com uma gaja é porque deixamos de vê-la como a única possibilidade. Criamos um outro interesse durante o relacionamento e, geralmente acontece em casos que começam como uma curte e as gajas apaixonam-se mas nós temos dúvidas se estamos ou não apaixonados; se queremos ficar ou não com ela!

As gajas podem até lembrarem-se que, no principio mostramos exclusividade e muito empenho e no decorrer do envolvimento mudamos. As gajas ficam chocadas e acham que está tudo complicado porque guardaram aquela imagem do inicio e, no que nós nos transformamos depois. Claro que deve ser uma tortura para todas gajas que passam por esta situação porque gajos como o Clandestino, não falam de facto, o que se está a passar, do género, escondemos uma razão. Atenção: a razão não é falta de desejo é a transferência do desejo. E esta transferência de desejo acontece quando sentimos-nos envaidecidos e viril com uma conquista e ansiamos partir para novas. É como se nos tivessem devolvido o poder, a autoconfiança, e não contamos com a escolha para desenvolver com a gaja que está connosco no momento. Concluímos que perdemos tempo e queremos experimentar mais. É uma fase infantil e carente. Demoramos a olhar para o espelho.

Sem comentários: