17 novembro 2006

O poder da cona.

Este post já postei antes mas ainda há pouco li-o outra vez e gostei de o ler, por isso, posto mais uma vez. Não é de minha autoria mas está muito bem escrito, leiam:

Num determinado tipo de relacionamento estável, seja ele namoro ou casamento, a coisa passa por três grandes fases:

1 - a primeira, a fase da descoberta, onde ambos se dão a conhecer mas escondendo ao máximo os defeitos de cada um, é um período onde ambos falam imenso, muitos risos, ele nem olha para as outras, aqui ainda podemos sair com os amigos que não faz mal, quase tudo é autorizado e ela nunca tem dores de cabeça ou coisas similares, e este período pode prolongar-se até ás primeiras fodinhas;

2 - a segunda, a fase do agarrar o gajo, este é o período que eu gosto mais mas é o mais curto, é o período com mais fodas dadas, é em todo lado, ela esta sempre disposta a tudo, ainda podemos sair com os amigos, este maravilhoso período dura, dependendo do objectivo da gaja os primeiros 4 a 6 meses do namoro ou até ao 3 ou 4 mês depois do inicio do relacionamento.

3 - a terceira, a fase do: estás fodido, período este onde ela começa a exercer todo o poder que tem com a sua bendita cona, e como ela faz isso, simples cortando as fodas.

Para os mais confusos passo a explicar mais detalhadamente. Durante o período do agarrar o gajo, um gajo habitua-se rapidamente ao que é bom e pensa que a coisa vai durar para sempre, todos os dias uma fodinha, se não é todos os dias é porque foi mesmo impossível, e um gajo nessa altura já não dá importância a quase nada a não ser a ela, quase que não vemos os amigos, só porque sabemos que podemos estar a desperdiçar alguma fodinha, quando entramos neste estado e ela ao analisar que este já não escapa, passa a fase do estás fodido, onde passamos a dar as ditas de três em três dias, que rapidamente passa a uma ou duas vezes por semana tornando-se cada vez mais rara a dita fodinha.

E tudo isto porquê? Simples, porque ela sabe, que nós na ilusão de voltarmos a ter aquela fase linda do agarrar o gajo, nós fazemos tudo o que elas querem, ou seja ela manipulam-nos de uma forma muito subtil de forma a levar-nos a atingir os seus objectivos, que podem ser vários... e garanto-vos que todas as desculpas que elas possam dar para não dar a foda é tudo mentira, senão vejamos algumas:
a) cansaço – os tomates eu mesmo cançado tenho sempre vontade de dar uma, e tenho a certeza que qualquer um de vós também e se elas não dão é porque não querem.

b) Dores de cabeça – onde é que andavam essas dores de cabeça quando começaram a namorar e a dor de cabeça não impede de falar, comer, andar, trabalhar, ter discussões… então porque é que há-de ser impeditivo de dar uma foda?

c) Muito trabalho ou tem muito que estudar - eu também tenho isso tudo, mas tenho sempre tempo para dar uma.

Assim, elas nos vão manipulando com o poder da cona.

Por isso, minhas queridas, não inventem estórias da carochinha porque já vos descobrimos há bué de tempo!!!

Sem comentários: